Contagem regressiva

FEPAC 2017

PROGRAMAÇÃO DO FEPACApresentações por dia

INÍCIO FIM
Place 1
1º Dia

18h00: ABERTURA

TERÇA-FEIRA (14)

Coro da Reforma 500 anos – João Pessoa – PB Maestros: Geraldo Rocha (Igreja Evangélica Batista em Jaguaribe e em Jardim Veneza, em João Pessoa); Moisés dos Anjos (Primeira Igreja Batista de João Pessoa); Daniel Berg (Igreja Assembleia de Deus, em João Pessoa); Hélio Nunes (Igrejas: Bíblica Semear, Nova Vida e Betel dos Bancários, em João Pessoa) e José Edmilson Falcão Coelho (Primeira Igreja Presbiteriana de João Pessoa)

    Programação
    01- Coro Sinfônico Infantil da Paraíba – João Pessoa – PB Maestro: João Alberto Gurgel
    02- Coral IPM – João Pessoa - PB Maestro: Eduardo Nóbrega
    03- Coral UNIT – João Pessoa – PB Maestro: Jean Carlos Fidelis
    04- Coral Ariano Suassuna – OAB – Recife – PE Maestro: Marcelino José Monte
    05- Coral da Masculino Silvio Porto – João Pessoa – PB Maestro: Daniel Berg
    06- Coro Sinfônico da Paraíba – João Pessoa – PB Maestro: Daniel Berg
    07- Coral Canta Vitarella – Recife - PE Maestrina: Elijane Áurea
    08- Coral do IESP – João Pessoa – PB Maestro: Almir Salgueiro
    09- Coral Hatshuinode – João Pessoa – PB Maestrina: Alice Lumi
    10- Coral do Tribunal de Contas da Paraíba – João Pessoa – PB Maestro: João Alberto Gurgel
2º Dia

18h00: ABERTURA

QUARTA –FEIRA (15)

Recital “O QUE MOVE MEU CANTO” participação da soprano: Giovanna Maropo

    Programação
    01- Coral Infantil Marista Pio X – João Pessoa – PB / Maestrina: Ana Catarina Leão Coelho
    02- Coral Ladies – João Pessoa – PB /Maestro: João Alberto Gurgel
    03- Coral Vozes da AdufPB - João Pessoa - PB /Maestro: Carlos Anísio
    04- Coral Jovem da Assembleia de Deus – João Pessoa – PB /Maestro: Brunno Barbosa
    05- Coral São Sebastião – Picuí – PB /Maestro: José Carlos da Silva
    06- Coral Via Voz – Recife – PE /Maestro: João Coimbra
    07- Coral Despertar – João Pessoa – PB /Maestro: Luiz Carlos Otávio
    08- Coral Seduc – Cuiabá – MT / Maestro: Adriano Bismark
    09- Coro de Câmara Villa Lobos – João Pessoa – PB / Maestro: Carlos Anísio
    10- Coral Canto Livre – Recife – PE /Maestro: João Coimbra
    11- Mosaico Coral – João Pessoa – PB /Maestro: Onivaldo Junior
Place 2
Place 1
3º Dia

18h00: ABERTURA

QUINTA – FEIRA (16)

Musical Infantil ‘TRAVESSURA’ sob a regência do maestro Carlos Anísio

    Programação
    01- Coral Art’Encanto – João Pessoa – PB / Maestro: Jean Fidelis
    02- Coral Jovem da UNIMED – João Pessoa – PB / Maestrina: Socorro Estrela
    03- Coral Feminino Vozes Passageiras – João Pessoa – PB / Maestro: Daniel Berg
    04- Coral H. U. Em Canto – Londrina – PR / Maestro: Edvaldo Sousa
    05- Coral Nova Voz – João Pessoa - PB / Maestro: Hélio Nunes
    06- Coral Vox Marias – Brasília - DF / Maestro: Eduardo Dias Carvalho
    07- Coral APCEF – João Pessoa – PB / Maestro: Tom K
    08- CoretFal – Maceió – AL / Maestrina: Maria de Fátima Meneses
    09- Coral Evangélico de Brasília / Maestro: Emílio De César e Rita Conte
    10- Grupo Voz Ativa – João Pessoa – PB / Maestro: Luiz Carlos Otávio
4º Dia

18h00: ABERTURA:

SEXTA-FEIRA (17)

Show “Raízes (músicas anglo africanas) com a cantora Eliza Leão

    Programação
    01- Coral Infantil de Sapé – Sapé – PB / Maestro: Daniel Berg
    02- Coral Fonte da Vida – Recife – PE / Maestro: Moises Vicente
    03- Coral Inclusivo da Coteminas – João Pessoa – PB / Maestro: Eduardo Nóbrega
    04- Coral Doce Melodia – Belo Horizonte – MG / Maestro: Carlos Eduardo Assis Camarano
    05- Coral Municipal Jaboatão Canta – Jaboatão dos Guararapes – PE / Maestro: Tarik Bispo
    06- Coral Feminino Fenab/AABB – Brasília – DF / Maestrina: Suely Valente de Carvalho
    07- Coral Sefaz – Fortaleza – CE / Maestrina: Aparecida Silvino
    08- Grupo Blue Jeans – Recife – PE / Maestro: Ernandes Candeia Junior
    09- Coral MP em Canto – Salvador – BA / Maestrina: Natanira Gonçalves
    10- Coral Universitário UNIPÊ – João Pessoa – PB / Maestro: João Alberto Gurgel
Place 2
Place 1
5º Dia

18h00: ABERTURA:

SÁBADO (18)

Grupo “Meu Quintal” trabalha com a rotina de casa que inclui leitura de poesia, sons de violão, pandeiro, zabumba e bichos. Participação de Naldinho Braga (contrabaixo); Nara Limeira e Ana Catarina Coelho (vocal); Elisa Garcia (bateria); Wênia Xavier (percussão); Victor Lustosa (guitarra) e Rose Fajardo (teclado).

    Programação
    01- Coral Luzes – Boa Vista – PB / Maestro: Márcio Teles
    02- Coral Vozes da Floresta – Nova Floresta – PB / Maestro: Sergio Cruz
    03- Real Encanto – Recife – PE / Maestro: Tarik Bispo
    04- Vocal Marista Roque – Cachoeira do Sul – RS / Maestrina: Vânia Frank
    05- Coral Maestro João Eduardo Pereira – João Pessoa – PB / Maestrina: Ariadne de Lima
    06- Coral Chesf – Recife – PE / Maestro: Jadson Oliveira
    07- Coral Maestro Maurício Gurgel – João Pessoa – PB / Maestro: Anderson Silva
    08- Coral da APCEF/AEP - Natal - RN / Maestro:Kleber Praxedes
    09- Coral Cantar das Águas – Aracaju – SE / Maestro: Sérgio Teles
    10- Antique Cordova Ensamble – Córdoba – Argentina / Maestro: Arturo Diego Arias
    11- Coral Universitário Gazzi de Sá – João Pessoa – PB / Maestro: Eduardo Nóbrega



João Pessoa será a Capital da voz com apresentação de 52 corais em festival

Company Logo

A cidade de João Pessoa vai se transformar na Capital da voz a partir da próxima terça-feira (14), com apresentações de 52 grupos representando os estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Sergipe, além de três representante de Brasília (DF) e um de Córdoba (Argentina). Já a Paraíba será representada com corais das cidades de João Pessoa, Picuí, Nova Floresta, Boa Vista e Sapé.Em sua 15ª edição, o Festival Paraibano de Coros – FEPAC vai ocorrer de 14 a 18 do corrente mês, a partir das 18h00, na Sala de Concertos Radegundis Feitosa localizada Centro de Comunicação Turismo e Artes (CCTA), na Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

O evento promete reunir cerca de duas mil vozes durante as cinco noites de realização e para comemorar os seus 15 anos de atividades, o Fepac vai ajudar o Projeto Natal sem Fome.” Portanto todos podem participar dessa campanha levando para o teatro um quilo de alimento não perecível”, disse o coordenador do festival, o maestro Eduardo Nóbrega.

“Há 15 anos o festival vem difundindo o canto coral no Estado, tanto na formação de novos grupos na capital e no interior da Paraíba, como no reconhecimento de nível nacional e agora internacional com a vinda de um grupo argentino”, disse o coordenador-geral do Fepac maestro Eduardo Nóbrega que em março deste ano mostrou um pouco do seu trabalho, com o canto coral, na Universidade de Yale (USA), levando na bagagem composição de Chiquinha Gonzaga o que deixou os americanos fascinados com seu método irreverente de trabalhar.

O coordenador explicou que cada noite, antes do primeiro coral, a partir das 18h00 haverá atrações com participação de grupos vocais paraibanos. Na primeira noite haverá a participação especial de um grande coro composto por 500 vozes em comemoração aos 500 anos da Reforma Protestante; já na segunda noite, a abertura conta com Recital ‘Alma Brasileira’ com a participação da soprano Giovanna Maropo; na terceira noite haverá a apresentação do Musical Infantil ‘TRAVESSURA’ sob a regência do maestro Carlos Anísio; na quarta noite será a vez de da cantora Eliza Leão, com o show Raízes (músicas anglo africanas) e no sábado a abertura fica por conta do grupo “Meu Quintal” que apresentará um show infantil incluindo leitura de poesia, sons de violão, pandeiro, zabumba e bichos.

O Fepac ainda vai oferecer duas oficinas a todos os maestros, preparadores vocais e estudantes de música. Uma oficina será ministrada pela professora e maestrina Patrícia Costa (doutora em Práticas Interpretativas pela UNIRIO) que falará sobre o ‘Canto Coral na Escola’, já a outra oficina será ministrada pela professora e diretora de atividades Coral e Educação Musical em Connecticut College, Nova Londres, Wendy Moy (doutora em Artes Musicais, Condução Coral, Educação Musical cognato 2015 - Universidade de Washington, Seattle, WA).

Na ocasião, o festival também proporciona aos maestros uma mesa redonda com o título ‘O Canto Coral na Atualidade e o Processo de Socialização’ coordenada pelo maestro e chefe do Departamento de Música da Universidade Nacional de Brasília – UNB, David Junker. Ainda dentro das atividades do Fepac vários corais vão circular pela cidade com apresentações paralelas em colégios, igrejas, instituições e empresas.

O festival é uma realização da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através do Centro de Comunicação Turismo e Artes (CCTA), e da Empresa Coteminas, com apoio cultural da Empresa D’LUCK Confecções Varejo e Atacado; do escritório de advocacia “Mendonça & Crisanto”; do escritório “Eduardo Nóbrega e Mariana Silveira Arquitetura e Interiores”; Associação dos Docentes da UFPB (AdufPB) e a Cooperativa de Crédito dos Servidores das Instituições de Ensino Superior da Paraíba (Creduni).




É agora em novembro: 500 vozes vão abrir o XV Fepac

Company Logo

Um coral com aproximadamente 500 vozes vai abrir a 15ª edição do Festival Paraibano de Coros - Fepac, evento de caráter nacional que recebe durante cinco noites (14 a 18 de novembro) 52 coros representando os estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba (dos municípios de João Pessoa, Picuí, Nova Floresta, Boa Vista e Sapé), Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Sergipe e o Distrito Federal além de um representante de Córdoba (Argentina).

Os grupos vão se apresentar na Sala de Concertos Radegundis Feitosa, localizada Centro de Comunicação Turismo e Artes (CCTA), na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) a partir das 19h00. Este ano o Fepac comemora 15 anos de atividades ajudando ao Projeto Natal sem Fome. Portanto todos podem participar dessa campanha levando para o teatro um quilo de alimento não perecível.

“Há 15 anos o festival vem difundindo o canto coral no Estado, tanto na formação de novos grupos na capital e no interior da Paraíba, como no reconhecimento de nível nacional e agora internacional com a vinda de um grupo argentino”, disse o coordenador-geral do Fepac maestro Eduardo Nóbrega que em março deste ano mostrou um pouco do seu trabalho, com o canto coral, na Universidade de Yale (USA), levando na bagagem composição de Chiquinha Gonzaga o que deixou os americanos fascinados com seu método irreverente de trabalhar.

O coordenador explicou que cada noite, antes do primeiro coral, a partir das 18h00 haverá atrações com participação de grupos vocais paraibanos. Na primeira noite haverá a participação especial de um grande coro composto por 500 vozes em comemoração aos 500 anos da Reforma Protestante; já na segunda noite, a abertura conta com Recital ‘O que move meu Canto’ participação da soprano Giovanna Maropo; na terceira noite haverá a apresentação do Musical Infantil ‘TRAVESSURA’ sob a regência do maestro Carlos Anísio; na quarta noite será a vez de da cantora Eliza Leão, com o show Raízes (músicas anglo africanas) e no sábado a abertura fica por conta do grupo “Meu Quintal” que apresentará um show infantil incluindo leitura de poesia, sons de violão, pandeiro, zabumba e bichos.

O Fepac ainda vai oferecer duas oficinas a todos os maestros, preparadores vocais e estudantes de música. Uma oficina será ministrada pela professora e maestrina Patrícia Costa (doutora em Práticas Interpretativas pela UNIRIO) que falará sobre o ‘Canto Coral na Escola’, já a outra oficina será ministrada pela professora e diretora de atividades Coral e Educação Musical em Connecticut College, Nova Londres, Wendy Moy (doutora em Artes Musicais, Condução Coral, Educação Musical cognato 2015 - Universidade de Washington, Seattle, WA). Na ocasião, o festival também proporciona aos maestros uma mesa redonda com o título ‘O Canto Coral na Atualidade e o Processo de Socialização’ coordenada pelo maestro e chefe do Departamento de Música da Universidade Nacional de Brasília – UNB, David Junker. Ainda dentro das atividades do Fepac vários corais vão circular pela cidade com apresentações paralelas em colégios, instituições e empresas.

O festival é uma realização da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através do Centro de Comunicação Turismo e Artes (CCTA), e da Empresa Coteminas, com apoio cultural da Empresa D’LUCK Confecções Varejo e Atacado; do escritório de advocacia “Mendonça & Crisanto”; do escritório “Eduardo Nóbrega e Mariana Silveira Arquitetura e Interiores”; Associação dos Docentes da UFPB (AdufPB) e a Cooperativa de Crédito dos Servidores das Instituições de Ensino Superior da Paraíba (Creduni).




A soprano, Giovanna Maropo abre uma das noites do XV Fepac 2017

Company Logo

A soprano, Giovanna Maropo abre uma das noites do XV Fepac 2017 com recital intitulado “O que move meu Canto”. O recital será apresentado antes das apresentações oficiais de cada noite.

Mais duas atrações já se confirmaram, a exemplo do grupo infantil Meu Quintal e a cantora Eliza Leão. Giovanna iniciou seus estudos musicais na Escola de Música Anthenor Navarro e desde então não parou.

Atualmente cursa o curso de bacharelado em Múscia (Canto Lírico) pela Universidade Federal da Paraíba sob a orientação do professor Vianey Santos e é preparadora vocal do Coral universitário Gazzi de Sá sob a regência do maestro Eduardo Nóbrega. Tem participado de diversos festivais de músicas nacionais e internacionais por todo Brasil.




A cantora Eliza Leão será uma das atrações do XV FEPAC 2017

Company Logo

A cantora Eliza Leão está confirmada para abrir uma das noites do XV Fepac que ocorre no período de 14 a 18 de novembro, na Sala de Concertos Radegundis Feitosa, em João Pessoa. Serão 10 coros por noite, e antes do primeiro coro haverá atrações musicais para o público presente. Eliza vai apresentar o show “Raízes” interpretando músicas anglo africanas. Também está confirmada a participação do grupo “Meu Quintal” de Naldinho Braga e Nara Limeira.

As inscrições para o XV Fepac estão abertas desde abril e se encerram no dia 06 de agosto do corrente ano. Este ano o festival trará as professoras Patrícia Costa (RJ) e Wendy Moy (EUA) que vão ministrar oficinas para os participantes do evento.

O festival é uma realização da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através do Centro de Comunicação Turismo e Artes (CCTA), e da Empresa Coteminas, com apoio cultural da Empresa D’LUCK Confecções Varejo e Atacado; do escritório de advocacia “Mendonça & Crisanto”; do escritório “Eduardo Nóbrega e Mariana Silveira Arquitetura e Interiores”; Associação dos Docentes da UFPB (AdufPB) e a Cooperativa de Crédito dos Servidores das Instituições de Ensino Superior da Paraíba (Creduni). Desde a primeira edição, o festival é coordenado pelo professor do Departamento de Educação Musical da UFPB, maestro Eduardo Nóbrega.




"Meu Quintal" será um dos grupos que vão se apresentar no XV Fepac

Company Logo

Dentro da programação do XV Fepac 2017, todos os dias, antes do primeiro coral, grupos vão se apresentar para o público presente na Sala de Concertos Radegundis Feitosa, a partir das 18h00. O grupo “Meu Quintal” já confirmou participação e vai cantar e contar histórias que inspiram seus discos.

O grupo “Meu Quintal” trabalha com a rotina de casa que inclui leitura de poesia, sons de violão, pandeiro, zabumba e bichos. Foi brincando com tudo isso que Nara Limeira e Naldinho Braga começaram a fazer música para criança, gravaram os CDs “Meu Quintal” em 2015 e o “Roda Gigante” em 2016, e criaram a banda Meu Quintal.

Destinado ao público infantil, o trabalho apresenta uma poética inspirada no espaço de memória afetiva que o quintal representa. Para o grupo, cantar suas canções é contar as histórias que inspiraram os seus discos. Histórias contidas em livros e histórias vividas, sonhadas ou imaginadas.

O grupo conta com a participação de Naldinho Braga, no contrabaixo; Nara Limeira e Ana Catarina Coelho, no vocal; Elisa Garcia,na bateria; na percussão, Wênia Xavier; na guitarra, Eduardo Brito e Rose Fajardo no teclado.

XV Festival Paraibano de Coros abre inscrições

O XV Festival Paraibano de Coros (Fepac), evento de caráter nacional está com suas inscrições abertas, é só acessar o site www.festivalparaibanodecoros.com e entrar no link ‘INSCRIÇÕES’. O festival ocorre de 14 a 18 de novembro de 2017, em João Pessoa (PB) e as inscrições se encerram no dia 06 de agosto. O regulamento 2017 também está disponível no site.

O coordenador do XV Fepac, maestro Eduardo Nóbrega explicou que no regulamento, já está disponível no site, tem todas as informações necessárias para efetivação das inscrições, além das regras que devem ser seguidas para maior desempenho do festival. “Nosso festival acontece há 15 anos e este ano teremos duas oficinas com professoras de renome internacional, oportunidade única para os maestros (as), professores (as) de técnica vocal e estudantes de músicas ampliarem seus conhecimentos” disse o maestro se referindo as oficinas que serão ministradas pela doutoranda em Práticas Interpretativas pela Universidade do Rio de Janeiro (Unirio), a maestrina Patrícia Costa (RJ) e pela diretora de Atividades Coral e Educação Musical em Connecticut College (EUA), e doutora em Artes Musicais, Wendy Moy (EUA).

O festival é uma realização da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através do Centro de Comunicação Turismo e Artes (CCTA), e da Empresa Coteminas, com apoio cultural da Empresa D’LUCK Confecções Varejo e Atacado; do escritório de advocacia “Mendonça & Crisanto”; do escritório “Eduardo Nóbrega e Mariana Silveira Arquitetura e Interiores”; Associação dos Docentes da UFPB (AdufPB) e a Cooperativa de Crédito dos Servidores das Instituições de Ensino Superior da Paraíba (Creduni). Desde a primeira edição, o festival é coordenado pelo professor do Departamento de Educação Musical da UFPB, maestro Eduardo Nóbrega.


XV Fepac vai receber duas professoras de renome internacional

Confira os currículos das professoras Patrícia Costa (RJ) e Wendy Moy (EUA) que vão ministrar oficinas no XV Fepac 2017.

Company Logo

Licenciada, Mestre em Música e doutoranda em Práticas Interpretativas pela UNIRIO, com bolsa-sanduíche CAPES/ Fulbright, cumprindo estágio como pesquisadora-visitante na Butler University (Indianapolis, EUA) entre 2015 e 2016. Professora da Pós-Graduação em Regência Coral do Conservatório Brasileiro de Música (RJ). Dirige os corais juvenis do Colégio São Vicente de Paulo desde 1993, em atividade contínua. Tem sido constantemente convidada como palestrante em diversos festivais, painéis e laboratórios corais pelo Brasil (FUNARTE, FECORS, FESCC, Itajubá e Londrina) sobretudo na área de coro juvenil e direção cênica para corais.

Contato:
Email: pccantocoral@gmail.com
Homepage: pccantocoral.wix.com/music

Company Logo

Doutora em Artes Musicais, Condução Coral, Educação Musical cognato 2015 - Universidade de Washington, Seattle, WA. Mestre em Educação Musical, Música Coral 2006 Faculdade do coro de Westminster da universidade de Princeton, NJ. Bacharelado em Artes, Educação Musical: Vocal / Coral e Ênfase Instrumental, summacum laude 1999 Seattle Pacific University, Seattle, WA. Atualmente é diretora de Atividades Coral e Educação Musical em Connecticut College, Nova Londres.

Regulamento disponívelRegulamento do XV Fepac 2017 está disponível

O Regulamento do XV Festival Paraibano de Coros (Fepac) já está disponível, é só acessar o site www.festivalparaibanodecoros.com e entrar no link REGULAMENTO para obter todas as informações.

No regulamento tem todas as informações necessárias para efetivação das inscrições, além das regras que devem ser seguidas para maior desempenho do festival. O XV Fepac vai ocorrer no período de 14 a 18 de novembro do corrente ano, na Sala de Concertos Radegundis Feitosa, localizada no Departamento de Música, Campus I da Universidade Federal da Paraíba, em João Pessoa (PB).

O festival é uma realização da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através do Centro de Comunicação Turismo e Artes (CCTA), e da Empresa Coteminas, com apoio cultural da Empresa D’LUCK Confecções Varejo e Atacado; do escritório de advocacia “Mendonça & Crisanto”; do escritório “Eduardo Nóbrega e Mariana Silveira Arquitetura e Interiores”; Associação dos Docentes da UFPB (AdufPB) e a Cooperativa de Crédito dos Servidores das Instituições de Ensino Superior da Paraíba (Creduni). Desde a primeira edição, o festival é coordenado pelo professor do Departamento de Educação Musical da UFPB, maestro Eduardo Nóbrega.

As inscrições serão abertas a partir de
01 Abril 2017
Término das inscrições
06 de Agosto
O XV Fepac vai ocorrer no período de
14 a 18 de novembro
Duração do festival
5 Dias

O FESTIVAL Histórico do Festival paraibano de Coros - FEPAC

O Festival Paraibano de Coros – FEPAC, evento de caráter nacional, foi criado em 25 de setembro de 2003 após conversa informal entre Carlos Rieiro (então diretor da Orquestra Sinfônica da Paraíba - OSPB) e o maestro Eduardo Nóbrega (professor do Departamento de Educação Musical da Universidade Federal da Paraíba) sobre a importância de difundir a arte do Canto Coral no estado. O festival caminha para a sua 15ª edição e já se transformou em um dos encontros mais importantes do país. Ao longo da sua trajetória, o FEPAC recebeu inúmeros participantes de praticamente todo território Nacional. O FEPAC, além das apresentações oficiais, realiza também diversas apresentações paralelas em escolas, instituições, entidades, repartições públicas e em outras cidades da Paraíba. O festival também proporciona oficinas de regência e preparação vocal ministradas por renomados professores, a exemplo de Padre Pedro (RN); Eduardo Lakschevitz (RJ); Eduardo Fernandes (SP); Gisele Cruz (SP) e Kenia Muraoka (SP). Este ano, o festival ocorrerá de 14 a 18 de novembro, na Sala de Concertos Radegundis Feitosa, Campus I da UFPB, e pretende trazer todos esses professores para um grande encontro comemorando o XV FEPAC 2017. Para este ano traremos as professoras Patricia Costa (RJ) e Wendy Woo (EUA) para ministrar oficina durante o XV FEPAC.


The Paraíba Choir Festival (Festival de Coros da Paraíba – FEPAC), a national event, was created on September 25, 2003 after an informal conversation between Carlos Rieiro (the then director of the Paraíba Symphony Orchestra - OSPB) and maestro Eduardo Nóbrega (a professor in the Department of Music Education the Federal University of Paraíba - UFPB) who were reflecting on the importance of spreading Choral Singing in the state. The festival is going to hold its 15th edition in 2017 and has already become one of the most important choir events in the country. Throughout its trajectory, the FEPAC has received numerous participants from practically all the national territory. The festival offers official presentations as well as several parallel presentations in schools, institutions, entities, public offices in different cities in Paraíba. It also provides vocal preparation and conducting workshops taught by renowned teachers, such as Padre Pedro (RN); Eduardo Lakschevitz (RJ); Eduardo Fernandes (SP); Gisele Cruz (SP) and Kenya Muraoka (SP). This year, the festival will take place from November 14 to 18, in the Radegundis Feitosa Concert Hall, Campus I of the UFPB, and intends to bring all these teachers to a great meeting celebrating the XV FEPAC 2017. This year we are bringing the college professors Patricia Costa (RJ) e Wendy Moy (USA) to run a workshop during the XV FEPAC.

Para participarInformações relevantes

Platéia - Entrada franca

Para você que quer participar de um evento de alto nível cultural, o Festival Paraibano de Coros é um evento que vem sendo realizado desde 2003 sob a coordenação do maestro Eduardo Nóbrega. O festival é de caráter não competitivo e objetiva estimular e difundir a arte do Canto Coral no Brasil, além de incentivar o aprimoramento técnico dos coros e promover o intercâmbio cultural entre a comunidade e os grupos participantes.

Coros participantes

Para os corais que pretendem participar do festival, existem algumas regras que devem ser atendidas. Estas informações estão disponíveis no regulamento que pode ser consultado e baixado para maiores esclarecimentos. Embora o festival não tenha caráter competitivo, faz-se necessário estabelecer regras que possibilitem o alinhamento e ordenamento para uma boa realização do evento.

Conheça João PessoaUma das cidades mais lindas do País

Farol do Cabo BrancoPortal do Sol
Extremo oriental das Américas

Para começar o roteiro em João Pessoa, nada melhor do que ir ao Farol do Cabo Branco, um farol de formato triangular que simboliza o ponto mais oriental das Américas - a Ponta do Seixas, ou "Porta do Sol", como chamamos.

Como chegar
Centro Cultural São Francisco
começou a ser construído em 1589

O Centro Cultural São Francisco é um complexo que inclui a Igreja de São Francisco, o Convento de Santo Antônio, um Museu de Arte Sacra, além de algumas capelas - entre elas, a Capela Dourada. É um local muito interessante, que começou a ser construído em 1589, mas que só foi concluído em 1788.

Como chegar
Estação Cabo Branco – Ciência, cultura e Artes
projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer

Projetada por Oscar Niemeyer e inaugurada em 3 de julho de 2008. O local é um ótimo lugar para visitar. A vista do terraço da cobertura do local é belíssima, principalmente durante o por do sol. De lá é possível ver toda a orla de João Pessoa. No espaço você também encontrará esculturas, mostras culturais e exposições muito interessantes.

Como chegar
Hotel GloboHotel de alto padrão para época
Construído em 1928

O Hotel Globo, construído em 1928, foi um hotel de João Pessoa considerado de alto padrão para a época. Era um local visitado por pessoas da alta sociedade, que não apenas se hospedavam no lugar, como também o frequentavam para tomar o chá da tarde e admirar o pôr do sol no Rio Sanhauá.

Como chegar
Centro HistóricoLocal onde nasceu a cidade
Fundada em 1586

O conjunto arquitetônico de João Pessoa, fundada em 1585, merece no mínimo meio dia de passeio. A Praça João Pessoa, na chamada Cidade Alta, é boa dica para começar: ali estão o prédio do Tribunal de Justiça de 1865, o Palácio da Redenção de 1586, o antigo Paraíba Palace e muito mais.

Como chegar
TambaúPraia
Praia de Tambaú

Tambaú é uma praia brasileira do estado da Paraíba em João Pessoa. Com 8 km de extensão, é composta de areia batida e fina, com águas de cor verde-azuladas. Ë o ponto de partida a Picãozinho, ponto turístico de beleza natural.

Como chegar
Parque da LagoaCentro da Cidade
Novo Parque da Lagoa

O Parque Sólon de Lucena, também conhecido como "Lagoa", é um espaço público da cidade de João Pessoa, capital do estado brasileiro da Paraíba. Um dos principais símbolos da cidade, o parque situa-se no centro da capital paraibana e apresenta belos jardins e uma lagoa, ao centro, com um grande espelho d'água circular cercado por palmeiras-imperiais.

Como chegar

NOSSOS PARCEIROSSEJA UM PARCEIRO

Sala de Concertos Radegundis Feitosa A sala foi criada especificamente para a realização de apresentações musicais

Company Logo

Projetada pelo arquiteto Andrey Câmara e pelo engenheiro Francisco Pereira Júnior e coordenado pelo LAMUSI – Laboratório de Música Aplicada. A sala foi criada especificamente para a realização de apresentações musicais. O ambiente possui palco com capacidade para orquestra e coro, fosso orquestral para realização de óperas e balés, além de cabines de gravação.

A denominação da Sala de Concertos é em homenagem a um dos maiores músicos paraibanos, o trombonista Radegundis Feitosa, que faleceu em acidente automobilístico no ano 2010. Professor do Departamento de Música da UFPB e um dos responsáveis pelo processo de idealização e construção do ambiente.

Endereço: Via Expressa Padre Zé - Conj. Pres. Castelo Branco III, João Pessoa - PB, 58033-455
Ver mapa
(123) 456-7890
(123) 456-7890

João PessoaFESTIVAL PARAIBANO DE COROS